UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE

EnglishPortugueseSpanish

Estrutura curricular

Os componentes curriculares do PPGEd foram organizados em disciplinas, módulos e atividades de orientação

1. DISCIPLINAS

As disciplinas podem ser obrigatórias ou optativas.

a) DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

Para todos os discentes, em nível de Mestrado e de Doutorado: Filosofia das Ciências e Educação Brasileira.

Filosofia das Ciências

De caráter introdutório, a disciplina tem como eixo central uma reflexão sobre o conhecimento científico, sua produção, sistematização, acumulação e circulação. Apresenta os domínios históricos da construção da ciência e discute os fundamentos filosóficos e epistemológicos das interpretações sobre a realidade. Problematiza a relação entre ciência e filosofia, e procura religar cultura científica e cultura humanística.

Educação Brasileira

A educação escolar brasileira segundo matrizes de pensadores modernos, que concebem a escolarização a partir de concepções de criança, de juventude e de formação humana. O processo de expansão e consolidação da educação escolar no Brasil. A educação brasileira no contexto atual

b) DISCIPLINAS OPTATIVAS:

Vinculadas às Linhas de pesquisa, com exceção da disciplina de Metodologia de Ensino Superior, que possui caráter geral, destinada a todos os pós-graduandos do Programa:

Metodologia de Ensino Superior

Análise dos elementos teórico-metodológicos e técnicos que possibilitem orientar o planejamento e execução do processo de ensino-aprendizagem no âmbito da docência superior, estimulando a criação cultural, o desenvolvimento da mentalidade científica e do pensamento crítico-reflexivo

Disciplinas das Linhas de Pesquisa

Disciplinas gerais da Linha: destinada a todos os discentes da Linha, geralmente, com carga horária de 60h

Ateliês: de caráter específico, organizadas em função das atividades de pesquisa dos Grupos de Pesquisa ligados às Linhas, todos com 30h.

2. MÓDULOS

Existem 6 módulos com cargas-horárias diferentes, de caráter optativo, para atender às demandas gerais do Programa.

3. ATIVIDADES OBRIGATÓRIAS:

Existem 6 módulos com cargas-horárias diferentes, de caráter optativo, para atender às demandas gerais do Programa.

Nível: Mestrado

SEMINÁRIOS DE ORIENTAÇÃO DE DISSERTAÇÃO

Os Seminários de Orientação de Dissertação I, II, III e IV propõe-se a nortear o processo de elaboração individual e coletiva da construção das dissertações priorizando o enfoque nas questões teóricas, metodológicas e técnicas, articuladas à produção das dissertações nos Grupos e Linhas de Pesquisa.

Seminário de Orientação de Dissertação I – 15h

Ementa: Discute a construção do conhecimento científico, à luz da problemática atual da ciência, considerando os planos filosóficos, epistemológicos, éticos etc. Subsidia com base nos elementos teórico-metodológicos a redefinição do objeto de pesquisa, a delimitação do problema, os objetivos, as hipóteses de trabalho (quando for o caso).

Seminário de Orientação de Dissertação II – 15h

Ementa: Aprofunda as questões teóricas e metodológicas da dissertação. Discute métodos e técnicas de pesquisa gerais e específicas articulados aos objetos de estudo dos pós-graduandos, suas potencialidades e limitações. Enfatiza os aspectos gerais que caracterizam o trabalho de campo das dissertações (quando for o caso), destacando as influências dos contextos da pesquisa e do pesquisador, assim como os procedimentos de apreensão e construção das questões em estudo.

Seminário de Orientação de Dissertação III – 15h

Ementa: Aprofunda os procedimentos teóricos e metodológicos para a organização, análise e interpretação das informações, dados relativos às questões de pesquisa das dissertações. Reflete sobre os elementos estruturais da lógica da pesquisa articuladora das questões teórico-metodológicas adotadas.

Seminário de Orientação de Dissertação IV – 15h

Ementa: Discute a versão preliminar do texto da dissertação em sua estrutura completa considerando as orientações e sugestões apresentadas nos seminários anteriores. São momentos para validar e avaliar a fase conclusiva das dissertações.

Dissertação de Mestrado – 0h

Cadastrada como “atividade de orientação individual”, sem ementa ou carga horária.

Nível: Doutorado

SEMINÁRIOS DE PESQUISA

Os Seminários de Pesquisa da Formação Doutoral I, II, III e IV visam contribuir com o avanço e elaboração da tese. Têm como meta orientar e acompanhar, de forma coletiva, o desenvolvimento da tese oferecendo subsídios para aprofundar os aspectos teóricos, metodológicos e técnicos que os trabalhos científicos, neste nível, requerem.

Seminário de Pesquisa I – 30h

Ementa: Discute a construção do conhecimento científico, à luz da problemática atual da ciência, considerando os planos filosóficos, epistemológicos, éticos etc. Prioriza a discussão dos enfoques metodológicos da pesquisa em educação para a delimitação do objeto de estudo e seus referenciais. Promove o refinamento e aperfeiçoamento do projeto de tese centrado nos aportes teórico-metodológicos que lhes dão base, articulando-o com o interesse da Linha de Pesquisa em que se vincula o pós-graduando. Propicia o avanço do doutorando na elaboração da tese. Subsidia a elaboração do texto a ser apresentado no Seminário de Formação Doutoral I.

Seminário de Pesquisa II – 30h

Ementa: Examina o estágio de progressão da tese, à luz das sugestões e contribuições apresentadas no Seminário de Pesquisa I e no Seminário de Formação Doutoral I. Aprofunda as discussões teórico-metodológicas para a apreensão e construção das questões de pesquisa. Avalia a produção da tese e sua estrutura inicial.

Seminário de Pesquisa III – 30h

Ementa: Aprofunda a discussão da base teórica e metodológica considerando as necessidades das teses em desenvolvimento. Discute os recursos adotados para a consolidação dos procedimentos metodológicos que norteiam a análise do objeto de estudo das teses. Fornece elementos para o avanço da tese a ser apresentada no Seminário de Formação Doutoral II.

Seminário de Pesquisa IV – 30h

Ementa: Discute a versão preliminar da tese em sua estrutura completa, considerando as orientações e sugestões apresentadas no Seminário de Formação Doutoral II.

SEMINÁRIOS DE FORMAÇÃO DOUTORAL

Os Seminários de Formação Doutoral I e II: reflexão crítica acerca da produção da tese, têm a função de examinar e qualificar, em dois momentos, o desenvolvimento do trabalho de tese.

Conta com a participação de professores pesquisadores (internos e externos ao Programa), especialistas nas temáticas em estudo, que analisam os textos das teses por meio de arguições e pareceres escritos. São momentos para avaliar, validar e oportunizar o avanço dos trabalhos dos doutorandos.

Seminário de Formação Doutoral I – 30h

Ementa: Avalia o texto inicial das teses, na sua concepção, focalizando a atenção ao objeto de estudo, problemática, objetivos, definições teórico-metodológicas. Subsidia elementos para as discussões dos Seminários de Pesquisa e a sistemática de orientação.

Seminário de Formação Doutoral II – 30h

Ementa: Avalia o texto-tese do doutorando, especialmente as relações de correspondência entre o objeto de estudo proposto, o aporte teórico-metodológico e técnico adotado, sua estrutura, em fase semi-conclusiva. Apresenta elementos de avaliação e qualificação do texto-tese, sugerindo e recomendando mudanças e/ou alterações ao citado texto.

Tese de Doutorado – 0h

Cadastrada como “atividade de orientação individual”, sem ementa ou carga horária.

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR – MESTRADO

Duração de 24 (vinte e quatro) meses, mínimo de 270 horas obrigatórias; assim distribuídas:

REQUISITOS MÍNIMOS PARA A OBTENÇÃO DO TÍTULO DE MESTRE(A):

270 horas obrigatórias + Proficiência em uma língua estrangeira + Dissertação de Mestrado APROVADA

Obs. 1: Ressalta-se que também compõem as atividades formativas dos pós-graduandos a participação em defesas de dissertação ou tese, em eventos científicos e em grupos de estudos, bem como a realização de publicações.

Obs. 2: Conforme Art. 51 do Regimento Interno do PPGEd/CE (Resolução no 056/2012-CONSEPE, de 22 de maio de 2012), para obtenção do título de Mestre em Educação, o discente deverá, entre outras exigências, apresentar comprovante de, pelo menos, um trabalho submetido e aprovado para publicação, em co-autoria com o professor orientador (podendo ser um artigo em revista especializada, um capítulo de livro com ISBN ou um trabalho completo publicado em anais de eventos científicos qualificados pela CAPES ou CNPq), relacionado ao tema de pesquisa.

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR – DOUTORADO

Duração de 36 (trinta e seis) meses; mínimo de 330 horas obrigatórias; assim distribuídas:

REQUISITOS MÍNIMOS PARA A OBTENÇÃO DO TÍTULO DE DOUTOR(A):

330 horas obrigatórias + Proficiência em duas línguas estrangeiras + Tese de Doutorado APROVADA

Obs. 1: Ressalta-se que também compõem as atividades formativas dos pós-graduandos a participação em defesas de dissertação ou tese, em eventos científicos e em grupos de estudos, bem como a realização de publicações.

Obs. 2: Conforme Art. 52 do Regimento Interno do PPGEd/CE (Resolução no 056/2012-CONSEPE, de 22 de maio de 2012), para obtenção do título de Doutor em Educação, o discente deverá, entre outras exigências, apresentar comprovante de, pelo menos, dois trabalhos submetidos e aprovados para publicação, em co-autoria com o professor orientador (podendo ser um artigo em revista especializada, um capítulo de livro com ISBN ou um trabalho completo publicado em anais de eventos científicos qualificados pela CAPES ou CNPq), relacionado ao tema de pesquisa.

As Estruturas Curriculares desses cursos, incluindo a lista das componentes Optativas, podem ser encontradas na página pública do SIGAA, pelo caminho:

www.sigaa.ufrn.br > Pós-Graduação/Stricto Sensu > Cursos > MESTRADO EM EDUCAÇÃO ou DOUTORADO EM EDUCAÇÃO

Documentos – Orientações de Matrículas

© Todos os direitos reservados.